(re)construindo

>> terça-feira, 24 de novembro de 2009


Estamos chegando ao final de 2009 e posso dizer que este foi um ano esquisito. Cheguei ao ápice da minha tolerância e quase caí no abismo que existe ao fim de meus limites. Síndrome do pânico, isolamento social, agorafobia, transtorno de adaptabilidade, depressão e obesidade. Tá bom pra você? Porque para mim não está. É difícil, bastante difícil. Claro que tudo isso não veio de repente. Ao longo dos onze anos de TJ fui me maltratando, me colocando à prova e sempre atuando dando o máximo de mim... mesmo não gostando muito da atividade que faço, mesmo com condições precárias de trabalho, mesmo sabendo que jamais haveria qualquer tipo de reconhecimento ou de consideração. O resultado? É o que citei acima. Isso sem falar na hipertensão arterial, na gastrite, na artrite reumatóide, nas crises alérgicas, na tendinite. Esse ano eu pifei. E pirei. Atualmente tomo vários medicamentos, faço psicoterapia duas vezes por semana e mensalmente faço o acompanhamento psiquiátrico. Espero que em 2010 eu consiga reencontrar a NINA que EU SOU e que, infelizmente, está desconectada de mim...

Read more...

(re)construindo

>> segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Estamos chegando ao final de 2009 e posso dizer que este foi um ano esquisito. Cheguei ao ápice da minha tolerância e quase caí no abismo que existe ao fim de meus limites. Síndrome do pânico, isolamento social, agorafobia, transtorno de adaptabilidade, depressão e obesidade. Tá bom pra você? Porque para mim não está. É difícil, bastante difícil. Claro que tudo isso não veio de repente. Ao longo dos onze anos de TJ fui me maltratando, me colocando à prova e sempre atuando dando o máximo de mim... mesmo não gostando muito da atividade que faço, mesmo com condições precárias de trabalho, mesmo sabendo que jamais haveria qualquer tipo de reconhecimento ou de consideração. O resultado? É o que citei acima. Isso sem falar na hipertensão arterial, na gastrite, na artrite reumatóide, nas crises alérgicas, na tendinite. Esse ano eu pifei. E pirei. Atualmente tomo vários medicamentos, faço psicoterapia duas vezes por semana e mensalmente faço o acompanhamento psiquiátrico. Espero que em 2010 eu consiga reencontrar a NINA que EU SOU e que, infelizmente, está desconectada de mim...

Read more...

Para Quem Puder Entender

>> sexta-feira, 6 de novembro de 2009


Pois ele me atordoa e
me entristece mas ao mesmo tempo
é o sol que me aquece e
a noite que me adormece;
dos sonhos, o melhor que acontece!

É tão dual e banal,
essencial, natural...

No lugar-comum se aloja
e com suas mentiras me encanta
e com as poucas verdades, me espanta.

Tem doçura na voz e geleiras no olhar...

Por isso e muito menos, no entanto
muito mais do que posso dizer,
é que não consigo estancar
meu coração de amar você.


Nina Victor




Read more...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

  © Blogger template Wild Birds by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP