Ato Final

>> quinta-feira, 15 de janeiro de 2009





Aqui jaz o que houve de mim em você
e o que havia de você em mim.
Aqui jaz tudo de bom que eu pensei que existisse.
Aqui jaz minha dedicação, minha boa-vontade,
meu carinho e meus desejos.
Chegou ao fim, prematuramente,
a longa jornada que iniciamos,
mas que jamais chegaria a bom termo.
Por favor, conceda o descanso também
às suas palavras vazias
ricamente adornadas com mentiras,
apague o riso fácil do rosto,
cale meu nome, esqueça minha voz.
Leve consigo minha dignidade, meus princípios,
minha entrega, é tudo seu, não mais me pertencem.
Devolvo seu tempo, sua disponibilidade,
não são pra mim, não mais e,
talvez, nunca tenham sido.
Vamos esvaziar o palco, fechar as cortinas,
dispensar o público.
Eu estava em cena e nem sabia,
e agora que sei e descobri meu papel,
não quero mais atuar.
Fim de temporada, dissolução da companhia.
De agora em diante, sigamos em paz e sozinhos.

Nina Victor



1 comentários:

Brunna 30 de maio de 2009 16:40  

Achei lindo...
Eu estava procurando algo de bom no google e sem querer acabei achando esse blog.

Lindo, seus poemas são maravilhosos, acho que já faz uns 20 minutos que estou lendo seus posts.

Parabéns mesmo!

Brunna

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

  © Blogger template Wild Birds by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP