Se fosse verdade seria um sonho

>> sexta-feira, 31 de outubro de 2008


Hoje volto ao trabalho depois de 30 abençoados dias de descanso e paz de espírito.

Eu estava precisando.

As mudanças que aconteceram no meu trabalho mexeram demais comigo. Eu estava estressada, irritada, quase infeliz.

Estava me sentindo como no filme Tropa de Elite: "pede pra sair". E não é que no desespero pensei em pedir para sair? Claro que não posso fazer isso, mas desespero é desespero, e eu estava pirando!

Por isso este intervalo providencial chamado "férias" não poderia ter vindo em momento mais propício. Sinto-me bem melhor agora. Mas sei que minha mesa não estará vazia... Que Deus me ajude.

Nina Victor



Read more...

A Mesmice Dos Seres

>> quarta-feira, 29 de outubro de 2008




A vida não mudou muito...
Ainda há moças nas janelas,
e construções sendo erguidas.
O cenário pode ter mudado e a cidade crescido,
mas as expectativas e desejos das pessoas,
permanecem inalteradas:
um amor, um abrigo.

Nina Victor





Read more...

Para um amigo

>> terça-feira, 28 de outubro de 2008



46. Shêng - A Ascenção


A força de vontade será premiada.
O triunfo será atingido se houver perseverança e tranquilidade.

O sábio é aquele que vence pelos próprios méritos e ideais.
O perdedor tenta seguir o caminho mais fácil.


Read more...

Sobre ralos e bichos

>> segunda-feira, 27 de outubro de 2008




É um alívio quando percebemos que não estamos sós em relação às nossas maluquices. Este foi meu pensamento ao ver esta imagem no sensacional blog Post a Secret.

Sim, vez por outra, eu penso nisso... será que alguma coisa virá pelo esgoto e... "nhac"?

Este tipo de cisma começou quando eu era pequena. Explico: vi um filme na TV onde um pessoa via uma pequena aranha na pia do banheiro e a jogava pelo ralo abaixo com a ajuda da água da torneira. Depois, a aranha voltava pelo ralo da pia, maior do que era e ia crescendo até se tornar uma "aranhona". Era algo por aí, como disse, eu era criança e minha memória não é das melhores.

O fato é que, depois deste filme, passei a ter pavor que algum bicho subisse pelo ralo da pia, pavor que ao longo dos anos foi se aprimorando, se estendendo até chegar ao vaso sanitário...

A única pessoa que sabia disso era o Leo, mas depois que alguém se semi-revelou no Post a Secret, resolvi escancarar de vez e assumir esta minha esquisitice.

Nina Victor



Read more...

What Shapes Your Personality?


Take this test!
Your organization makes it easy for you to create structure in your life and come to decisions in a systematic way. You probably tend to stick with a decision once you have made it and enjoy knowing that things are under control. If things are open-ended in the extreme, you are likely to feel uncomfortable because you generally gravitate toward structure and order.


Read more...

=^..^=

>> domingo, 26 de outubro de 2008





Sim, sim... dias como o de hoje são bons...
Aliás, os últimos dias têm sido muito felizes.
Thanks God!

Nina Victor

Read more...

Eduardo Paes é eleito Prefeito do Rio



Só me resta desejar boa sorte aos servidores do Município.
Vão precisar.

Nina Victor

Read more...

Meus Queridinhos

>> sábado, 25 de outubro de 2008


Tem bicho mais injustiçado e desprezado que os sapos (incluindo-se aí rãs e pererecas)? Ninguém liga pra eles, não dão a mínima para os pacatos sapinhos...

Lembro-me de uma época em que eu ia sempre para Visconde de Mauá, lá pelo final dos anos 80. Praticamente todos os dias eu via um sapo atropelado e morria de pena. Depois à noite, quem é que ficava embaixo da luz dos poucos postes de iluminação comendo os infernais mosquitos? Os prestativos e zelosos sapos! Ainda assim, tinha sempre um espírito de porco que gostava de pegar algum bichinho e zunir longe. Eu ficava fula da vida!

É claro que eu tenho medo de sapo. Uma vez um dos meus irmãos, lá no sítio, correu atrás de mim com um sapaço na mão, putz, trauma certo! Mas ainda assim eu nutro uma simpatia, que é quase amor, pelos doces batráquios. Talvez Freud explique, analogia com príncipes, sei lá. Só sei que os coleciono, tenho vários, de todos os jeitos, adoro.

E naquelas sincronicidades da vida, o Leo se auto-intitula "sapo" e até compôs uma música com este nome. É, estava escrito: um sapo virou meu príncipe.

Nina Victor
fotografia de Ron Jones



Read more...

Ah, o amor...


O amor, ah! o amor...
Para alguns algo natural,
razão de um semblante sorridente;
Para outros, uma novidade,
que causa espanto na mente;
Existem os intrigados
que por ele, jamais foram tocados
e ficam tentando entender
como pode o mesmo sentimento,
provocar nos corações,
emoções de tal sortimento...
Amor, ah! o amor!

Nina Victor



Read more...

Tire a roupa para quem você gosta

>> sexta-feira, 24 de outubro de 2008


Há tempos ando em busca deste antigo comercial da Ellus. Na minha opinião a propaganda mais sensual que já tivemos na TV Brasileira. Bons tempos em que as pessoas só tiravam a roupa para quem gostava... Retrógrada, eu? Devo ser. Vai saber... ;)

Nina Victor




Read more...

In vino veritas



Eu nunca bebo. Bem, digamos que eu tome um vinho duas vezes ao ano mais ou menos. Ainda bem. Porque quando estou sob o efeito das uvas fermentadas fico agitadinha. Tenho que inventar alguma coisa, criar, me divertir.

Ah sim, você pode estar pensando que eu enchi a cara. Não. Não é preciso, bastam-me duas taças para que eu fique e me sinta "diferente". Apenas isso. Resultado de uma abstinência quase que total.

Ora, Ora, todo este preâmbulo é só para contar que peguei meu parceiro internético Helio Jenné e, dele fiz uma vítima Skypica das minhas necessidades criativas.

Disse pra ele: "Jenné, preciso fazer algo, criar alguma coisa. Vou montar um blog e depois apagar, só para passar o tempo. Não! Melhor: você vai fazer um blog comigo! Vai ser assim blábláblá blábláblá....

E, por conta disto e da paciência do Helinho, que embarca nas minhas viagens, acaba de nascer o Jennezices e Ninices. Conheça! :)

Nina Victor


Read more...

Boa Noite

>> quarta-feira, 22 de outubro de 2008



Boa noite para você
que encanta as minhas tardes
deslumbra as minhas noites
e me traz esperança a cada manhã

Nina Victor






Read more...

Placidez



Sustento teus passos de quando em quando...
Em troca, deixa-me ficar aqui
a observar tudo aquilo
que não tens tempo de ver...

Nina Victor



Read more...

Justificativa





Ainda não fui pois não quero ir e voltar.
Sinto um desejo de ficar,
estar em ti para sermos nós...

Nina Victor


Read more...

Bobeira Noturna

>> terça-feira, 21 de outubro de 2008


Adoro isso:


Você sabe qual e o contrário de volátil?
Vem cá sobrinho.



Read more...

Uma Oração, de Jorge Luis Borges



Minha boca pronunciou e pronunciará, milhares de vezes e nos dois idiomas que me são íntimos, o pai-nosso, mas só em parte o entendo. Hoje de manhã, dia primeiro de julho de 1969, quero tentar uma oração que seja pessoal, não herdada. Sei que se trata de uma tarefa que exige uma sinceridade mais que humana. É evidente, em primeiro lugar, que me está vedado pedir. Pedir que não anoiteçam meus olhos seria loucura; sei de milhares de pessoas que vêem e que não são particularmente felizes, justas ou sábias. O processo do tempo é uma trama de efeitos e causas, de sorte que pedir qualquer mercê, por ínfima que seja, é pedir que se rompa um elo dessa trama de ferro, é pedir que já se tenha rompido. Ninguém merece tal milagre. Não posso suplicar que meus erros me sejam perdoados; o perdão é um ato alheio e só eu posso salvar-me. O perdão purifica o ofendido, não o ofensor, a quem quase não afeta. A liberdade de meu arbítrio é talvez ilusória, mas posso dar ou sonhar que dou. Posso dar a coragem, que não tenho; posso dar a esperança, que não está em mim; posso ensinar a vontade de aprender o que pouco sei ou entrevejo. Quero ser lembrado menos como poeta que como amigo; que alguém repita uma cadência de Dunbar ou de Frost ou do homem que viu à meia-noite a árvore que sangra, a Cruz, e pense que pela primeira vez a ouviu de meus lábios. O restante não me importa; espero que o esquecimento não demore. Desconhecemos os desígnios do universo, mas sabemos que raciocinar com lucidez e agir com justiça é ajudar esses desígnios, que não nos serão revelados.

Quero morrer completamente; quero morrer com este companheiro, meu corpo.


Read more...

Valeu, Jenné!

>> segunda-feira, 20 de outubro de 2008


Hoje quero agradecer ao grande (literalmente) Helio Jenné, por ter me "salvado" de uma imensa trapalhada que fiz: perder o arquivo musical que eu mais gostava; que, diga-se de passagem, foi ele mesmo que havia conseguido para mim (eu e o Leo já havíamos rodado tudo procurando o tal álbum, sem sucesso). Pois bem, graças ao Helinho, já posso curtir o som novamente! :)

Com o meu muito obrigada, deixo um vídeo do incrível Freddie King arrasando na guitarra com a música "Have You Ever Loved A Woman".



Read more...

Quase Amor

>> domingo, 19 de outubro de 2008



Como posso querer-te mais que o necessário
e sonhar-te diariamente?
De olhos abertos ou fechados
é a tua imagem que vejo permeando
todas as outras e
em todas as vozes é a tua voz que ouço.
Tens sido meu ar, meu brilho,
minha loucura e desequilíbrio.
Estás presente a todo momento,
em cada instante do meu pensamento.
(é quase amor...)

Nina Victor


Read more...

O que eu seria se fosse



Se eu fosse uma música, eu seria... R&B.
Se eu fosse um mês, eu seria... agosto.
Se eu fosse um dia da semana, eu seria... quarta-feira.
Se eu fosse uma hora do dia, eu seria... uma da madrugada.
Se eu fosse um planeta, eu seria... Saturno.
Se eu fosse uma direção, eu seria... a certa.
Se eu fosse um móvel, eu seria... uma chaise long.
Se eu fosse um esporte, eu seria... surf.
Se eu fosse um divertimento, eu seria... uma casa noturna.
Se eu fosse um momento, eu seria... um beijo.
Se eu fosse um líquido, eu seria... Baileys.
Se eu fosse uma pedra preciosa, eu seria... um diamante.
Se eu fosse uma árvore, eu seria... flamboyant.
Se eu fosse uma flor, eu seria... margarida.
Se eu fosse um instrumento musical, eu seria... harpa.
Se eu fosse uma cor, eu seria... vermelho.
Se eu fosse um sentimento, eu seria... compaixão.
Se eu fosse um tempero, eu seria.. pimenta.
Se eu fosse um animal, eu seria... um gato.
Se eu fosse uma fruta, eu seria... cereja.
Se eu fosse um elemento, eu seria... água.
Se eu fosse um livro, eu seria... Coiote de Roberto Freire.
Se eu fosse um personagem, eu seria... Miriam Blaylock.
Se eu fosse uma comida, eu seria... um chocolate.
Se eu fosse um lugar, eu seria... Manhattan.
Se eu fosse um objeto, eu seria... um livro.
Se eu fosse um filme, eu seria... When Harry Met Sally.
Se eu fosse um gesto, eu seria... o V da vitória, que é o mesmo que Paz e Amor.



Read more...

Futuro do Pretérito

futuro do pretérito
Por onde andará meu amor longínquo?
Quem saberá a hora de sua chegada
e a qualidade de seu sorriso?
Como será o rosto que eu desconheço?
Qual é o seu gosto, o seu endereço?
Quem é você que me avisa de sua vinda
mas que nunca me aparece?
Onde foi que lhe encontrei pela última vez?...

Nina Victor



Read more...

Arcano 20

>> sábado, 18 de outubro de 2008


Renascimento, libertação, iluminação do caminho, gênio inventivo, sentimento de justiça, revelação de designos ocultos, saúde física, novas relações, surpresas, momento favorável no trabalho, decisão legal favorável, notícias rápidas, carta neutra com muito movimento, carta dos milagres, ressurreição, nascimento, gravidez, é o assoprar, o sopro como fonte de vida, reencarnação, respiração boca-boca, vitórias, colher coisas que você plantou, representa uma tomada de consciência, você recebe aquilo que você merece. Esteja sempre preparado para ver suas ações julgadas por outros, mas, imponha suas próprias leis. Na sua vida não deve existir nenhum espaço para acomodação e velhas idéias.





Noutro dia saí do dentista e aproveitei para dar uma andada pelo meu bairro, coisa que não fazia há muito, muito tempo mesmo. Com a minha adoração pela minha casa e meu medo crescente de andar pelas inseguras ruas do Rio de Janeiro, acabo ficando presa no esquema casa-trabalho-casa e, nos finais de semana quando preciso comprar algo o destino certo é algum shopping center.

Durante a caminhada, pensei com meus botões que estou muito afastada das coisas que mais gosto, dos meus rituais e leituras específicas, das meditações e relaxamentos. Bateu aquela idéia: preciso retomar o meu caminho. Por conta deste pensamento fui direto na lojinha esotérica que conheço há tempos. Lá, encontrei alguns objetos que me interssaram e comprei vários presentinhos para mim.

Dentre os mimos que me fiz, um baralho de tarot egípcio, simples e com lâminas bem bonitinhas. Em casa, depois de um banho e prévia oração, pedi um Arcano para que eu me guiasse nos tempos vindouros. Deu vinte na veia. Não por acaso o Arcano do meu nome. Gostei...

Nina Victor




Read more...

Talião nele!


Posso viver mais que Matusalém e, ainda assim, não vou entender nem compreender, aceitar ou deixar de me indignar ao ver "pessoas" que maltratam animais.

Maus tratos gratuitos e diabólicos contra qualquer bicho me deixam revoltada. É covardia, é pequenez de espírito, é maldade da pior espécie. Meu sangue ferve, me entristeço e me enraiveço.

O que terá pensado o abominável velho (sim velho, nem idoso nem senhor, velho no sentido pejorativo mesmo!) que arrastou um cão preso ao carro? PQP a besta humana vive 78 anos para fazer isso?! Que merda.

Nina Victor


fotografia de Charles Guerra

Read more...

What's Your True Color?


Yellow

You're yellow, the color of joy and energy — two things you definitely bring to everyone around you. It's hard for anyone to be sad or lonely in your presence; your sunny disposition and cheery outlook just won't allow it. The warmth of your personality shines through in the kindness you show friends and family (and strangers, too). Always ready with a lighthearted joke or heartfelt compliment, you know how to make people feel good about themselves, so they can't get enough of you. Yellow is a warm and inviting color for a warm and inviting person — you!

And you? What's Your True Color? - LINK


As a matter of fact, it doesn´t matter.

("I see your true colors. That´s why I love you".)







Read more...

Você Todo Dia

>> quinta-feira, 16 de outubro de 2008


Tão bom quando se tem alguém
para compartilhar fantasias e resmungos,
risadas e medos, amor e amor... :)

Nina Victor

Read more...

Presente de Férias

>> terça-feira, 14 de outubro de 2008


Hoje, eu e o Leo tiramos o dia para comprar as peças e os "badulaques" necessários para montarmos um novo PC para mim.

O mais legal é que ele foi me explicando e ensinado a montar o micro. O lance é interessante, cheio de fios e encaixes num espaço pequeno onde tudo se adapta perfeitamente. Gostei de ver a cara das peças, aprender o que se liga a que, essas coisas. Muito bacana mesmo, ainda que cansativo, já que eu não sou a pessoa mais jeitosa do mundo... mas nas vezes em que fiquei atrapalhada o Leo me socorreu. Thanks God!

Então, estou aqui usando meu novo brinquedinho e feliz da vida. Ainda faltam algumas instalações e detalhes, mas já dá para brincar. E é isso que importa! :)

Nina Victor



Read more...

Chama & Água

>> segunda-feira, 13 de outubro de 2008





Possuem a mesma origem
a chama que me acende
e a água que me apaga


Nina Victor




artwork by Manitaur





Read more...

Janelas e Portas




Gosto de janelas abertas e portas abertas:
me dão a sensação de que posso optar
entre olhar a paisagem
ou ser parte da paisagem.
Janelas e portas abertas são possibilidades...
E eu gosto disso.

Nina Victor



artwork by Don Dahlke

Read more...

Foco





O que dizer , o que fazer
Se todo foco de minha atenção
Somente em você se atém?

Nina Victor

Read more...

Sábado Divertido

>> domingo, 12 de outubro de 2008



Quando o seu computador resolver ficar de gracinha lhe deixando na mão, em pleno sábado, não se aborreça. Afaste o tédio convidando o inigualável e impagável Jenné para uma tarde de bobeiras. Ele topa tudo e as risadas são garantidas.
Obrigada, Helinho! :)

Nina Victor



Read more...

Red or Blue?


Alice versus The Matrix, de Ken Wong




OnePlusYou Quizzes and Widgets



Read more...

Às Vezes

>> quinta-feira, 9 de outubro de 2008





Às vezes tenho vontade de dizer-lhe coisas bobas mas gostosas... tipo maria-mole... sabe como? Coisas sem muita afetação, sem métrica, sem confusão, coisas apenas - palavras - saídas do coração.

Ás vezes tenho vontade de brincar, dar bobeira, fazer zoeira, gargalhar, fazer doideira e transar de qualquer maneira... sem frescuras, sem preocupação, sem pressa.

Ás vezes tenho vontade de implicar, pra testar limites, pra ver qual é, pra saber se sou amada - só pra dar um suporte pra minha insegurança... que criança!

Às vezes não quero ser, quero ter, quero matéria, quero tato, quero calor, quero suor... fricção.

Ás vezes eu enlouqueço de tanto que lhe desejo e quando isso acontece não lhe puxo, ao contrário, eu lhe expulso - sai daqui - me esquece, me abandona...

Às vezes, no momento seguinte, volto mansa e toda doce lhe seduzo: - vem pra cá, me faz um dengo... tô querendo me enroscar... vem pra cá me dá seu corpo... tô querendo lhe explorar...

Às vezes é tudo tão claro...
Às vezes não compreendo...

Nina Victor

Ilustração de Luke Feldman




Read more...

"E a treva entre as estrelas só para mim"


Depois de uma noite mal dormida, acordei com esta música na cabeça: Estrelas, composição de Sergio Britto e Arnaldo Antunes, cantada pela Adriana Calcanhotto que, diga-se de passagem vai lançar um livro ainda este mês (Saga Lusa).

Eu acho a frase que dá título ao post sensacional. Pois querer as estrelas e mais o espaço que há entre elas, é como desejar conquistar o Mundo, o Universo, o Cosmos, sei lá. Ou a si mesmo, já que somos parte do Todo e o Todo em si... Bacana isso!

Nina Victor


Read more...

Sete Músicas

>> quarta-feira, 8 de outubro de 2008




O Helio Jenné me passou esta tarefa: dizer quais são as sete músicas que mais ouço ou cantarolo, ou gosto, algo por aí. Putz! Não imaginava que seria tão difícil! Depois de passar alguns dias pensando nisso, finalmente fiz uma lista com sete músicas que, realmente, vivem na minha cabeça. Elas não estão listadas aqui em ordem de preferência e os vídeos encontrados nem sempre são os ideais, mas... fazer o quê?

Bem, vou apresentar as músicas e escrever uma breve exposição de motivos da minha escolha.
Ah sim! Esta é minha lista das músicas internacionais. A lista das nacionais faço depois! ;)

Vamos lá:

Moonlight Serenade - Pra mim a música-símbolo do enlevo romântico. Impossível não pensar em amor e sonhar quando a escuto. Aqui, você verá a versão da Carly Simon (não é a minha predileta mas foi o melhor vídeo que encontrei).

Sitting - Cat Stevens, assim mesmo, do jeito antigo. Esta música é quase uma oração. É forte, precisa e exata. "I thank the moon I had the strength to stop". Um hino.

Where The Wild Roses Grow com Kylie Minogue & Nick Cave - Simplesmente porque gosto de coisas mórbidas, é meu lado gótico, que volta e meia aparece. E depois, quem disse que as histórias de amor sempre acabam bem?...

Journey To The Centre Of The Earth com Rick Wakeman - Porque gosto de épicos, mistérios, heróis, e coisas assim. O Reino da Fantasia me pertence! E quem há de dizer que este disco não é o máximo? Especialmente o trecho abaixo reproduzido?...

At Seventeen com Janis Ian - Fácil esta... Não era muito confortável ser ruiva na minha época de adolescente. Hoje em dia ninguém acha esquisito ostentar cabelos vermelhos. Mas antes... E eu não tive escolha: nasci ruiva. Não fiz muito sucesso na adolescência. Sem importancia. Depois fiz! ;)

Dancing Queen do Abba. Porque esta é a música que eu quero que toque no meu enterro. Ela me passa alegria total e eu quero ir pro céu dançando!!! :P

Nothing Left To Lose do The Alan Parsons Project - Porque no fim da história, se podemos perder a vida, a dádiva suprema, que importam as outras perdas? Só temos uma vida para viver e quase nada a perder... Viajei. Pena que o vídeo encontrado seja um slideshow nada a ver...

Nina Victor










Read more...

Tarefas Domésticas





Isso seria totalmente verdadeiro, caso não existissem aquelas abençoadas pessoas que fazem isso por nós...

Nina Victor

Read more...

De repente

>> terça-feira, 7 de outubro de 2008








...e de repente fez-se outono
num entardecer de primavera...

Nina Victor

Read more...

Se hoje sou deserto...


Nem sempre sabemos de tudo.
A vida é lebre.
A sabedoria tartaruga...

Nina Victor



Noturno - Raimundo Fagner


Read more...

Mais

>> segunda-feira, 6 de outubro de 2008






Depois de estar com você,
o que mais eu posso querer?
Bis.

Nina Victor

Read more...

Insistente Inconsequente




Na palavra silenciada ou naquela fora de hora, o texto é explícito pra mim, mas meu estúpido mecanismo de autodefesa-suicida me faz relevar as dispensas, a falta de jeito calculada, o acaso plantado com precisão no meio dos assuntos, os espaços calados, as mudanças de rumo...

Nina Victor

Read more...

Passageira


A vida segue seu rumo: certo ou incerto, mas segue. Nem sempre em frente. Algumas vezes dá voltas, noutras retrocede. A vida segue e por ela sou levada sem oferecer resistência, sem revoltas ou pedidos. Apenas aceito a paisagem e, cumpro a sina, resignada. Nem tão forte quanto aparento, nem tão frágil quanto poderia ser: tão somente vou me ajeitando, me amoldando aos momentos, incorporando os sentimentos, sorrindo sempre que posso, chorando toda vez que necessito. A vida passa e eu, de carona, vou seguindo pela estrada que, de graça, me é ofertada. A vida passa e me leva até que eu vire passado.


Nina Victor


Read more...

Estratégia!

>> sábado, 4 de outubro de 2008



Passei um ótimo sábado com o Leo e o Jenné. Depois do almoço que a "Maria" preparou, nós nos entregamos às delícias dos jogos de mesa. Primeiro "Memória" vencido pelo Leo e depois uma disputadíssima e longa partida de "War", da qual saí vencedora! É! Primeira vez que ganho uma partida deste jogo. A sorte não me sorri quando lanço dados. Daí desta vez, resolvi não apelar para quem não me quer (a sorte no jogo) e usei a inteligência: "Tico e Teco" foram escravizados e muito exigidos, mas responderam positivamente ao chamado... ;)
Quase conquisto o mundo!
Quer saber?
A vida é infinitamente melhor quando estamos ao lado das pessoas que amamos!

Nina Victor


Lady of WarConquiste Seus Objetivos!

Read more...

Ter sempre em mente:






O que for a profundeza do teu ser, assim será teu desejo.
O que for o teu desejo, assim será tua vontade.
O que for a tua vontade, assim serão teus atos.
O que forem teus atos, assim será teu destino.

(Brhad Aranyaka Upanishad)



Read more...

As Ninas ou Saudades da Vovó

>> sexta-feira, 3 de outubro de 2008




Artwork by Ingrid García-Moya



A menina sente a presença
Percebe a proteção
Conhece aquele carinho.
Não é à toa que lhe deram
O mesmo nome da avó.

Nina Victor






Read more...

Lindo!



"O melhor amor é aquele que desperta a alma e nos faz querer mais. Aquele que coloca um fogo no coração e traz paz à mente. Foi isto o que você me deu. É o que eu esperava dar a você para sempre".


Read more...

Princípio de Tudo

>> quinta-feira, 2 de outubro de 2008




Movimentação em tempo-espaço-pensamento
e no entanto o presente a mim se apega:
uma profusão de idéias, desejos contidos,
sonhos lascívos e palavras delicadas.

Cartaz em cores fixado à minha frente:
pra onde olho só vejo teu rosto.
Barulhos, sons, silêncios:
mas é tua voz rouca é tudo que ouço.

Cores, matizes, degrades... tudo desaparece:
ton sur ton teu azul é que me prende.
Nem planetas, nem vidências ou reza forte:
é na fumaça de teu cigarro que tento ler a minha sorte.

Compromissos, congressos, reuniões... não...
é do vazio de tua vida que minha mente se ocupa.
Tem gente que chama de amor.
(... eu finjo não saber o que é)

Nina Victor



Read more...

Bad Trip



Em passos descompassados
alterno seriedade com ilusão,
memórias com o porvir,
alento e aflição.
Com a mente cheia e a cabeça oca
desfaço planos e provoco danos
aleatórios em meu território.
Não há chuva nem sol
que traga paz aos meus destemperos
ou que traga verdade às minhas viagens:
sigo no escuro tua luz profana.


Nina Victor


Read more...

LeoNina Pra Caramba

>> quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Cada vez que leio a respeito do signo de Leão, me vejo em quase todas as coisas escritas. Sou muito, muito leonina... Penso que uma das poucas coisas que não tem a ver comigo é o lance da autoconfiança... sou um bocado insegura! A vaidade também não me cabe. Pelo contrário, eu deveria ser mais cuidadosa comigo mesma. Hum... talvez. ;)

Nina Victor




























Read more...

Lembrete Para Mim



Estando nas mãos de Deus,
não há como não sorrir
e não há o que temer!


Nina Victor



arte:
Playing On The Job de Anthony Falbo


Read more...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

  © Blogger template Wild Birds by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP