Deslinde

>> quinta-feira, 4 de setembro de 2008



e no entanto
sempre foi você o passageiro oculto e constante que
noite após noite se aninhava em meus sonhos e
transformava meu despertar num momento azul e sereno

Nina Victor



2 comentários:

Helio Jenné 5 de setembro de 2008 18:27  

Que poema lindo, Nina... emocionante! Beijos para um fim de semana sereno!

Nina Victor 5 de setembro de 2008 19:03  

Que serena seja a vida.
De todos nós! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

  © Blogger template Wild Birds by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP