Os livros que meu pai me deu

>> domingo, 27 de julho de 2008



Senti saudades do meu pai. E por ter saudade dele relembrei algumas pequenas coisas da nossa tão pouca convivência.

Sempre gostei de ler, desde pequena. A moeda de suborno que minha mãe usava comigo para me convencer a ir as aulas de inglês era "livro". Toda semana eu ganhava um livrinho, escolhido por mim, comprado numa loja da Edições de Ouro que havia na galeria do curso Oxford. Esta informação foi um parênteses.

Um belo dia, meu pai chegou em casa e me deu dois livros de presente. Eu devia ter por volta uns oito ou nove anos. Um livro era sobre cartomancia e o outro sobre quiromancia. Na época não entendi nada e nem fiquei muito satisfeita com os livros. Perguntei o que eu iria fazer com aqueles livros, para que eles serviriam... acho que ele não me respondeu muita coisa. Disse apenas que era para ler. Não li. Só fui me interessar naquelas leituras alguns anos mais tarde. Bem mais tarde.

Outro livro que ele me deu foi no meu aniversário de 14 anos: Admirável Mundo Novo. Na dedicatória ele me disse que tudo na vida é transitório pois está em evolução.

Passado algum tempo ganhei mais três livros: o Evangelho Segundo o Espiritismo, o Livro dos Espíritos e o Livro dos Médiuns, todos de Allan Kardec.

Os outros livros que ganhei dele foi muito tempo depois, quando eu já contava com alguma idade na casa dos vinte e poucos anos: As Brumas de Avalon, coleção completa.

Claro que ele me comprou vários outros livros, mas escolhidos por mim. Estes que eu citei foram os únicos que ele escolheu por si mesmo.

Ele sempre soube quem eu sou. Muito tempo antes de mim, meu pai já sabia quem eu sou.

Nina Victor




2 comentários:

simoni boettger 1 de agosto de 2008 12:04  

oie querida...que coisa fabulosa!tinha acabado de reler um comentario seu na minha postagem de aniversário do meu pai...venho aqui e vc tá falando do seu ,pelo mesmo motivo...livros!que felicidade....alegrou meu dia!


beijo magico

Nina Victor 1 de agosto de 2008 19:37  

Que bacana, Simoni!
Tem dias que bate uma saudade louca do meu pai. Aí acabo escrevendo algo. Ajuda...

Beijinho! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

  © Blogger template Wild Birds by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP