"Por que sangrar o meu amor assim?"

>> segunda-feira, 21 de janeiro de 2008


E quando num átimo, num repente, num rompante, o coração é ferido e o amor se esvai, não sei pra onde e nem sei se volta, mas também não posso precisar que tenha se esgotado, embora me sinta irremediavelmente esgotada, desanimada, vazia. O que fazer quando se perde o encanto das palavras amáveis e a vontade de compartilhar permanece porém, maculada pelo desejo de ir embora, pela busca do "não mais"? Por que dar tanto sentido à "Fogueira"?... snif...

Nina Victor



0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

  © Blogger template Wild Birds by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP